CAASPNotícias

Campanha de Dignidade Menstrual é sucesso em todo o Estado

By 28 de setembro de 2021No Comments

Ação foi realizada pela CAASP, subseções e comissões da OAB SP

No mês de setembro de 2021, o sistema OAB São Paulo, por meio especialmente da Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo e das subseções de todo o Estado e respectivas comissões, mobilizou-se em uma campanha a fim de estimular a doação, pela Advocacia, de absorventes para pessoas em situação de vulnerabilidade.

Foi a primeira campanha desse tipo, fruto da união de propósitos entre várias comissões e a CAASP, sendo que as subseções elegeram as instituições que receberiam as doações, privilegiando a realidade de cada região. Já a Caixa de Assistência, pela arrecadação feita em sua sede, encaminhou as doações para o Projeto Social Flor e à Pastoral Carcerária do Estado de São Paulo, que atendem a centenas de pessoas com dificuldade de acesso a recursos, infraestrutura e conhecimento a respeito dos cuidados que envolvem a menstruação.

Além das doações realizadas pela Advocacia, para cada absorvente da marca Sempre Livre adquirido na Caixa de Assistência ou na loja virtual CAASPshop, a fabricante doou um produto igual para a campanha da advocacia.

O engajamento da advocacia e, especialmente, das mulheres advogadas, resultaram na doação de 2.312 pacotes de absorventes, com destaque para a Subseção de Campinas, que, através de suas comissões da Mulher Advogada, Diversidade e Ação Social, arrecadou 770 pacotes.

“Fui convidada pela Comissão da Mulher Advogada da Subseção do Tatuapé para o lançamento da Campanha e, acreditando na ideia, levei à Diretoria da CAASP, que aderiu imediatamente ao projeto, assim como a Sempre Livre. Ao divulgar a ação, especialmente entre as advogadas, as subseções e respectivas comissões aderiram à ideia”, comemora a diretora Raquel Tamassia, que colaborou com o projeto.

Diante do sucesso da campanha, a CAASP pretende repeti-la em julho de 2022, novamente com o envolvimento das subseções, que além das doações promoveram uma série de palestras e lives sobre o tema, com o fim de conscientização de toda a sociedade.

Participaram do projeto as subseções de Araçatuba, Araraquara, Assis, Barueri, Bauru, Bragança Paulista, Butantã, Campinas, Franca, Guaratinguetá, Guarulhos, Itapetininga, Jabaquara, Jundiaí, Lapa, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Osasco, Penha, Pinheiros, Piracicaba, Registro, Santana, Santo Amaro, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba, Tatuapé, Taubaté, Fernandópolis, Jales e São Miguel Paulista.