CAASPNotíciasÚltimos Destaques

Vacinação da CAASP contra a gripe começa em 26 de março

By 16 de março de 2021No Comments
Vacinação da CAASP contra a gripe começa em 26 de março

Confira o dia em que a campanha estará na sua cidade

No dia 26 de março as equipes de imunização da Campanha CAASP de Vacinação contra Gripe 2021 começam a percorrer as Subseções da OAB SP em todo o Estado. A exemplo do ano passado, em todas as unidades os procedimentos serão efetuados conforme os protocolos sanitários exigidos face à pandemia de coronavírus. Na sede da Caixa de Assistência (Rua Benjamin Constant, 75, Centro, Capital), o serviço será prestado de 31 de março a 30 de abril, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h (horário poderá ser alterado, conforme evolução do Plano São Paulo de Contingenciamento da Covid-19).

Advogados e advogadas com idade a partir de 65 anos ou com deficiência, além de gestantes, terão a opção de se vacinar pelo sistema drive-thru, na sede da OAB SP (Rua Maria Paula, 35, Centro, Capital), de 5 a 9 de abril, das 10h às 16h.

As guias estarão disponíveis antecipadamente pela Internet, no site da Caixa de Assistência (link), a partir do dia 16 de março, ou em Regionais, Espaços CAASP e Subseções da OAB SP, observadas as regras de funcionamento definidas pela Resolução Conjunta OAB SP / CAASP número 01, de 2021.

Importante: recomenda-se a quem que já tomou vacina contra Covid-19 esperar pelo menos 14 dias para ser vacinado contra gripe. Da mesma forma, recomenda-se àqueles que forem vacinados contra gripe que aguardem pelo menos 14 dias para tomarem a vacina contra Covid-19.

 

*Para verificar o dia em que a campanha estará na sua cidade, clique neste link.

*Atenção: para que o(a) dependente possa tomar a vacina, é necessário estar cadastrado(a) na CAASP. Saiba como proceder ao cadastramento neste link.

 

O preço para advogados, advogadas e dependentes será o menor já cobrado pelo procedimento, perfazendo uma queda constante ano a ano desde o início da atual gestão. Em 2019, a Caixa reduziu o preço de 65 para 58 reais; em 2020, de 58 para 57 reais e, agora, em 2021, para 52 reais. Advogados e advogadas com idade a partir de 65 anos, mais uma vez, não pagam nada.

“A Caixa de Assistência e a empresa especializada contratada para imunizar a advocacia contra a gripe desenvolveram cuidadosamente uma metodologia segura para realização do procedimento, a exemplo do que fizemos em 2020, quando mais de 40 mil pessoas foram vacinadas”, afirma a vice-presidente de CAASP, Aline Fávero, responsável pelo setor de Saúde da entidade.

“A expectativa de todos de serem imunizados contra a Covid-19 não diminui a importância de se vacinar contra a gripe, doença que em alguns casos também é letal, principalmente para as pessoas mais idosas”, salienta Aline Fávero.

Como amplamente divulgado, a vacina da gripe não tem efeito sobre o coronavírus, cujas vacinas por ora estão proibidas de serem adquiridas por entes privados. Porém, ao imunizarem-se contra gripe as pessoas colaboram para desobstrução dos postos médicos e facilitam o diagnóstico dos casos de infecção pelo Covid-19.

A Campanha CAASP de Vacinação contra Gripe, que em 2020 alcançou mais de 40 mil pessoas, entre advogados, advogadas e dependentes, protege contra os vírus Influenza e H1N1.

 

A GRIPE – Doença altamente contagiosa, é transmitida por gotículas respiratórias que facilmente se disseminam no meio ambiente. Ações simples como lavar as mãos e evitar tocar boca, nariz e olhos podem evitar contaminação com o vírus influenza.

Como muitas vezes não se pode evitar o contato com pessoas infectadas, a solução mais eficaz é tomar a vacina, indicada pela OMS (Organização Mundial de Saúde) como maneira efetiva de se prevenir contra a doença, que pode mudar a rotina de vida do paciente e determinar a ausência ao trabalho.

A vacina contra gripe não pode ser administrada em indivíduos com histórico de reação alérgica a componentes do ovo, timerosal (Merthiolate), neomicina e em estado febril. Passada a fase da febre, a vacina pode ser aplicada normalmente.

Nas primeiras 48 horas após a aplicação, podem surgir reações locais como dor leve, vermelhidão ou endurecimento no local da aplicação e, na pior das hipóteses, febre baixa. O início da proteção dá-se entre o décimo e o décimo-quarto dia após a aplicação.