NotíciasPonto de vista

73 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos

By 10 de dezembro de 2021No Comments

Os 100 anos de Paulo Freire e de D. Paulo Evaristo Arns – dois grandes expoentes dos Direitos Humanos no Brasil.

O momento em que vivemos de graves violações aos Direitos Humanos dá a sensação de não há o que comemorar, apenas gritar mais alto e mais forte contra a violência, especialmente a feita pelo Estado.

As milhões de vítimas da fome, da miséria, do desemprego, da precarização e da violência, se juntam às mortes pelo Covid-19, um assombro mundial, muitas dessas, foram vítimas do negacionismo e da omissão dos governos.

Lutar pelos Direitos Humanos virou a última fronteira de defesa da vida humana e de sua dignidade, nessa época dos direitos negativos, fim dos direitos sociais, trabalhistas e previdenciários, somados às novas formas de Escravidão moderna, como a uberização e exclusão social das periferias.

É preciso união e resistência, por um novo estatuto da cidadania e da sociedade humana.

Arnobio Rocha, vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB SP