ComissõesEventos/NovidadesNotíciasPoderes Constituídos

TJSP retoma habilitação da Advocacia para a utilização do Novo Portal e-SAJ

By 20 de maio de 2020fevereiro 10th, 2021No Comments

Nos dias 20 e 21 de maio, 1.120 advogados e advogadas serão habilitados para uso das funcionalidades do Novo Portal e-SAJ

Desde dezembro de 2019, de forma gradual, o TJSP vem implementando a versão atualizada do Portal e-SAJ de peticionamento eletrônico. Na fase inicial do projeto foram habilitados 50 membros da Advocacia paulista com o objetivo de conhecerem e testarem as funcionalidades. 

A segunda etapa, que teve início em fevereiro de 2020 e foi interrompida em março devido ao desempenho do sistema e da pandemia do Covid-19, retoma hoje, com a habilitação inicial de 500 profissionais e amanhã, 21 de maio, de mais 620.

O TJSP ressalta que, dependendo do desempenho do sistema a quantidade de contas a serem configuradas para utilização do Novo Portal e-SAJ, a habilitação poderá ser alterada e/ou em caso de intercorrência impeditiva o cronograma revisto.

Como já informado anteriormente pela OAB SP, além do layout em que são destacados os principais itens com informações básicas, o Novo Portal e-SAJ agrupa tarefas relativas aos processos em um único lugar, em ordem cronológica, e que recebem constante atualização. Depois de protocolada, a situação de uma petição dentro do Tribunal é atualizada automaticamente no painel do usuário. Por exemplo, é possível acompanhar a petição e averiguar se está pendente de distribuição ou juntada. É possível visualizar e protocolar a petição em uma única tela, mais intuitiva e organizada. E há recurso de salvamento automático.

Destaque fica para a “responsividade”. Ou seja, o usuário pode verificar a qualquer momento o andamento do processo seja no computador, tablet ou celular.  A acessibilidade ganhou destaque com facilidades para os deficientes visuais. Os envolvidos no processo de modificação fazem o seguinte alerta: a Advocacia deve ficar atenta em relação às intimações, pois as informações do e-SAJ não substituem o Diário de Justiça Eletrônico.