AgendaComissõesEventos/NovidadesNotícias

CIC promove evento com atendimento jurídico da OAB SP no Dia da Justiça

By 7 de dezembro de 2020fevereiro 11th, 2021No Comments
CIC promove evento com atendimento jurídico da OAB SP no Dia da Justiça

O Centro de Integração da Cidadania (CIC), em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional São Paulo, promoverá no Dia da Justiça, celebrado na terça-feira, 8 de dezembro, a ação Justiça na Comunidade. A iniciativa, que será realizada em 14 unidades do CIC, acontecerá das 10h às 13h e disponibilizará um total de 280 vagas para orientação jurídica, em um total de 20 atendimentos por sede.

A população será atendida por 56 advogados e advogadas da OAB SP das áreas Trabalhista, Previdenciário, Criminal e Cível, que em um primeiro momento farão orientação jurídica, triagem de documentos e, se necessário, encaminhamento para a Casa da Advocacia mais próxima. Veja aqui no link https://www2.oabsp.org.br/asp/subsecoes/subsecoes.aspO atendimento será agendado por telefone na unidade de interesse.

 

Veja aqui qual o endereço mais próximo de você.

O Centro de Integração da Cidadania (CIC) é um programa da Secretaria da Justiça e Cidadania que tem como missão promover o exercício da cidadania por meio da participação popular e garantir formas alternativas de Justiça, tendo como objetivos o acesso à Justiça; a prestação de serviços gratuitos; a articulação e o fortalecimento de redes e ações comunitárias; e a educação para cidadania e direitos humanos.

 

Dia da Justiça

A data tem o objetivo de homenagear o Poder Judiciário brasileiro e todos os profissionais responsáveis em fazer com que a justiça seja cumprida com imparcialidade. O Dia da Justiça foi estabelecido através do artigo 5º do Decreto de Lei nº 1.408, de 9 de agosto de 1951, mas é celebrado desde 1940 em referência à imagem da Imaculada Conceição.

Símbolo – Como resultado da influência romana sobre o Direito brasileiro, um dos símbolos mais comuns da Justiça no país é a deusa Iustitia, os olhos vendados indicam que é preferível ouvir a ver e representam imparcialidade em relação às aparências e aos bens materiais.